Resultado da pesquisa

  • Os otohematomas ou hematomas aurais são alterações resultantes de um acúmulo de sangue dentro da cartilagem auricular, ocasionados por diversos fatores, como otites de variadas etiologias. Existem vários procedimentos clínicos e cirúrgicos para o tratamento do otohematoma, porém nem todos trazem resultados satisfatórios. Este relato tem por objetivo relatar o caso de um felino, sem raça definida, de quatro anos e quatro meses de idade, diagnosticado com hematoma aural recidivante, devido à otite.

    Fevereiro - v. 12, No. 2, p. In Press (2018)
  • A otite trata-se da inflamação do conduto auditivo e são causadas por inúmeros fatores, tais como fungos, bactérias, ácaros entre outros. O estudo teve por objetivo identificar os principais agente causadores das otopatias, assim como a ocorrência destas no que diz respeito a raça, idade e sexo dos animais acometidos. Durante atendimento veterinário foram coletadas amostras utilizando “Awabs” estéreis de cães com otite clínica. As amostras coletadas foram enviadas ao Laboratório de Microbiologia da Universidade Rural do Semi Àrido-UFERSA, onde foram realizadas diversas provas bioquímicas e analisa das características macroscópica e microscópicas das colônias. Os principais agentes causadores de otites em cães foram a bactéria Staphylococcus coagulase, seguida pela levedura Malassezia pachydermatis. Os cães da raça SRD e do sexo masculino foram os mais acometidos, e que a otite afeta principalmente os cães adultos, sendo uma doença relevante na clinica veterinária.

    Jan. 2 - v. 4, No. 02, p. Art. 717-722 (2010)

Idioma

Conteúdo da revista

Edicões