Resultado da pesquisa

  • Em tumores mamários, é comum alterações inflamatórias, causadas principalmente em neoplasias que metastatizam. Este trabalho tem por objetivo avaliar a concentração de Proteína C Reativa, correlacionada as alterações de proteínas totais e albumina em cadelas com carcinoma ductal in situ e demonstrar as alterações hematológicas encontradas. Foram utilizadas 13 cadelas diagnosticadas com carcinoma ductal in situ, triados pelo exame citopatológico e confirmado pela histopatologia. Conclui-se que a PCR é uma proteína de fase aguda que se eleva independente das proteínas totais e albumina e as alterações hematológica são de pouca relevância para o diagnóstico de carcinoma ductal in situ.

    Janeiro - v. 12, No. 01, p. 139 (2018)

Idioma

Conteúdo da revista

Edicões