v. 12 No. 2 p. In Press (2018) >>

Meningioma canino: Relato de caso

  • Meningioma canino: Relato de caso

    Lourival Barros de Sousa Brito Pereira, Homero Firmo Pessoa, Gabriela de Paiva Sousa, Lucilo Bioni da Fonsêca Filho, Ana Luiza Neves Guimaraes Bessa, Priscilla Virginio de Albuquerque, Silvia Fernanda de Alcantara, Júlio Cézar dos Santos Nascimento, Marleyne José Afonso Accioly Lins Amorim

    Resumo

    O meningioma é a neoplasia intracraniana mais comum em cães na clínica veterinária, em maior parte dos casos possui caráter benigno, além disso, pode vir a surgir em qualquer uma das três meninges que revestem e protegem o sistema nervoso central. O principal sinal clínico do meningioma é a convulsão, porém alteração de comportamento vem sendo relatada com frequência na literatura. A lomustina por ser altamente solúvel em lipídeos, atinge elevadas concentrações no fluido cérebro-espinhoso permitindo que a mesma seja usada como protocoloco quimioterapico para pacientes com meningioma. Objetivou-se com esse trabalho, relatar um caso de meningioma intracraniano em um cão de raça poodle com dez anos de idade destacando sua evolução clínica, diagnóstico presuntivo e conduta terapêutica.

    Palavras-chave

    convulsão , lomustina , neoplasia intracraniana

    Texto completo:

Fevereiro

Idioma

Conteúdo da revista