v. 12 No. 01 p. 139 (2018) >>

Sertolioma em um canino associado à criptorquidia

  • Sertolioma em um canino associado à criptorquidia

    Bianca Mendonça Faria, Paulo Henrique Leal Bertolo, Breno Costa Macedo, Elane Guerreiro Giese, Washington Luiz Assunção Pereira

    Resumo

    O sertolioma é um dos tumores que mais afetam cães idosos, sendo mais incidentes em animais criptorquidas. Geralmente esses tumores são extremamente expansivos, podendo comprimir e destruir os tecidos adjacentes. Para sua identificação é necessário à realização de exame histopatológico. Este trabalho teve por objetivo relatar a ocorrência de gonadopatia criptorquidica direita, acompanhada por processo neoplásico associado em um cão de 10 anos de idade. Após a orquiectomia os testículos foram encaminhados ao Laboratório de Patologia Animal da Universidade Federal Rural da Amazônia, e para a análise histopatológica o material foi processado rotineiramente para inclusão em parafina e colorações por hematoxilina-eosina (HE), e Tricrômico de Gomory. Histologicamente, observou-se espessamento albugíneo pela proliferação de tecido conjuntivo. No parênquima testicular os túbulos possuíam somente células de Sertoli, estavam diminuídos em número e espaçados por tecido conjuntivo denso proliferado. O processo neoplásico situava-se em uma região mais central e, morfologicamente, observou-se na configuração tubular, células demonstrando vacuolização citoplasmática e, alguns locais, dispondo-se em paliçadas, aspectos morfológicos característicos de sertolioma.

    Palavras-chave

    testículo , neoplasia , atrofia , sertolioma

    Texto completo:

Janeiro

Idioma

Conteúdo da revista