v. 12 No. 01 p. 139 (2018) >>

Avaliação da resposta inflamatória sistêmica induzida por carcinoma ductal in situ em cadelas

  • Avaliação da resposta inflamatória sistêmica induzida por carcinoma ductal in situ em cadelas

    Paulo Henrique Braz, Marcel Capelini Sartoretto, Gustavo Lourenço Lima, Carolina Pereira Marinho, Marcos Eufrasio Bonato Xavier, Sandriele Goes de Campos Deboleto

    Resumo

    Em tumores mamários, é comum alterações inflamatórias, causadas principalmente em neoplasias que metastatizam. Este trabalho tem por objetivo avaliar a concentração de Proteína C Reativa, correlacionada as alterações de proteínas totais e albumina em cadelas com carcinoma ductal in situ e demonstrar as alterações hematológicas encontradas. Foram utilizadas 13 cadelas diagnosticadas com carcinoma ductal in situ, triados pelo exame citopatológico e confirmado pela histopatologia. Conclui-se que a PCR é uma proteína de fase aguda que se eleva independente das proteínas totais e albumina e as alterações hematológica são de pouca relevância para o diagnóstico de carcinoma ductal in situ.

    Palavras-chave

    proteínas de fase aguda , inflamação , tumor mamário canino , biomarcadores.

    Texto completo:

Janeiro

Idioma

Conteúdo da revista