v. 11 No. 11 p. 1074-1187 (2017) >>

Parasitos gastrintestinais em gatos da cidade de Porto Alegre, Rio Grande do sul

  • Parasitos gastrintestinais em gatos da cidade de Porto Alegre, Rio Grande do sul

    Sandra Márcia Tietz Marques, Muriel Rodrigues Ferraz de Oliveira, Mary Jane Tweendie de Mattos Gomes

    Resumo

    O objetivo deste trabalho é relatar o parasitismo gastrointestinal em gatos atendidos no Hospital de Clínicas Veterinárias da UFRGS (HCV/UFRGS), no período de 2014 a 2016. Foram analisadas amostras fecais de 339 felinos domiciliados da cidade de Porto Alegre, RS. As amostras foram processadas pelos métodos de Willis-Mollay, Lutz e Faust. Do total, 31,85% (108) apresentaram resultado positivo. Os parasitos de maior prevalência foram Ancylostoma spp. (40,74%), Cystoisospora spp. (21,29%) e Toxocara spp. (12,96%). Conclui-se que a prevalência mais alta ocorreu no ano de 2016, sem diferença para machos e fêmeas. Mesmo em baixa prevalência, parasitos dos gêneros Paragonimus, Spirometra e Giardia demandam atenção devido ao potencial zoonótico, o que torna o papel do médico veterinário de extrema importância participando da difusão e conscientização sobre a relevância destas parasitoses

    Palavras-chave

    Gatos , helmintos , prevalência , parasitismo , zoonoses

    Texto completo:

Novembro

Idioma

Conteúdo da revista