v. 11 No. 11 p. 1074-1187 (2017) >>

Visão geral sobre reprodução de peixes teleósteos: da anatomia à sinalização molecular

  • Visão geral sobre reprodução de peixes teleósteos: da anatomia à sinalização molecular

    Cristielle Nunes Souto, Thiago Moraes de Faria, Helder Freitas de Oliveira, Roberta Martins Rosa, Lázara Aline Simões Silva, Milena Aparecida Ferreira Campos

    Resumo

    Um dos principais objetivos da na reprodução e peixes é a produção de um grande número de gametas viáveis e alta sobrevivência da prole. Nos últimos anos, foram realizados importantes progressos na melhoria da eficiência na produção de gametas e viabilidade da prole. No entanto, existem lacunas importantes no que diz respeito ao compreendimento dos processos dinâmicos fisiológicos associados à gametogênese. O conhecimento das estruturas que compõe as gônadas, bem como o todos os mecanismos neuroendócrinos e de sinalização molecular é de extrema importância na elaboração de protocolos reprodutivos de peixes. Entre os desafios encontrados, destaca-se a ampla gama de espécies de peixes de diferentes famílias, os quais, na maioria das vezes, possuem mecanismos fisiológicos espécie-específico. No mecanismo neuroendócrino da reprodução de peixes é dado ênfase ao Hormônio liberador de gonadotrofinas (GnRH), neurotransmissor produzido e secretado pelo hipotálamo, que atua como fator estimulador na liberação de LH e, em menor grau, do FSH. Os hormônios gonadotróficos folículo estimulante e luteinizante (FSH e LH) atuam como os principais reguladores durante a vitelogênese e maturação dos gametas. Acreditava-se que a melatonina estaria envolvida no mecanismo neuroendócrino como resposta ao fotoperíodo, inibindo a liberação de GnRH. Recentemente, estudos evidenciaram que a melatonina atua também acelerando a ação do hormônio indutor da maturação (MIH) e, consequentemente, a retomada do ciclo celular meiótico. Desta forma, o objetivo desta revisão é esclarecer os mecanismos fisiológicos da reprodução de peixes teleósteos, partindo da descrição da morfologia das gônadas, compreendimento dos mecanismos neuroendócrinos e da sinalização molecular.

    Palavras-chave

    gametogênese,hormônio indutor de maturação,melatonina,sinalização molecular

    Texto completo:

Novembro

Idioma

Conteúdo da revista