v. 11 No. 01 p. 1-102 (2017) >>

Mieloencefalite protozoária equina de evolução clínica aguda: Relato de Caso

  • Mieloencefalite protozoária equina de evolução clínica aguda: Relato de Caso

    Thalita Tainá R. Faria, Gabriela Oliveira Pessoa, Daniel Arrais Biihrer, Antonio de Pádua Lima, Mary Suzan Varaschin, Ticiana Meireles Sousa

    Resumo

    Foi atendido um caso de Mieloencefalite Protozoária Equina (EPM), causada pelo agente Sarcocystis neurona, no Hospital Veterinário da Universidade Federal de Lavras-MG. Dentre as afecções neurológicas em equinos a EPM se apresenta como uma das mais frequentes e de maiores prejuízos econômicos na equideocultura. O animal em questão apresentou sintomatologia clínica aguda, com decúbito, diminuição de sensibilidade cutânea superficial e profunda, perda de tônus de cauda, lesão de nervo facial e incontinência urinária. O diagnóstico se baseou na sintomatologia clínica, lesões macroscópicas e microscópicas associadas a presença do protozoário. O tratamento utilizado foi diclazuril, corticoterapia e tratamento suporte

    Palavras-chave

    Neurologia , medula , protozoário , decúbito

    Texto completo:

Janeiro

Idioma

Conteúdo da revista