v. 4 No. 18 p. Art. 830-836 (2010) >>

Aspectos fisiológicos e estruturais que influenciam o desenvolvimento do tecido muscular

  • Aspectos fisiológicos e estruturais que influenciam o desenvolvimento do tecido muscular

    Leandro Sâmia Lopes

    Resumo

    Objetivou-se com esta revisão, abordar os mecanismos responsáveis pelo crescimento e desenvolvimento do tecido muscular, do pré natal até a fase final de desenvolvimento do animal, bem como seus reflexos na produção e qualidade da carne. Em estudos de produção de bovinos de corte, o conhecimento de fatores que determinam o crescimento e desenvolvimento dos tecidos são de extrema importância para a adequação de programas nutricionais, definição da idade de abate, ambiência entre outros fatores, pois podem ser determinantes na quantidade e na qualidade da carne produzida devido principalmente a relação entre gordura intramuscular e músculo. O entendimento do crescimento e desenvolvimento do tecido muscular é um dos principais objetivos na produção animal, principalmente quando se visa a produção de carne. A massa muscular é grandemente determinada pelo número de fibras musculares e do tamanho destas fibras. Diversas pesquisas sugerem que animais com maiores numeros de fibras musculares de tamanho médio produzem carne em maiores quantidades e de melhor qualidade. É durante a miogênese, que ocorre a grande multiplicação das células musculares, determinando assim quantas fibras musculares serão formadas. Então, o número de fibras musculares é principalmente determinado por fatores genéticos e por fatores ambientais que são capazes de afetar a migênese pré natal.

    Palavras-chave

    fibra muscular , miogênese , tecido muscular

    Texto completo:

Maio 2

Idioma

Conteúdo da revista