v. 8 No. 10 p. 1136-1282 (2014) >>

Comportamento ingestivo de ovinos em pastos de diferentes estruturas

  • Comportamento ingestivo de ovinos em pastos de diferentes estruturas

    Verônica Bandeira Ferreira, Leandro Ferreira Moreno, Ana Carolina Dalmaso, Cláudio Jonasson Mousquer, Amorésio Souza Silva Filho, Alvair Hoffmann, Tiago Adriano Simioni, Wanderson José Rodrigues de Castro

    Resumo

    Os ovinos são animais de hábito gregário e despendem momentos com a ingestão de alimentos intercalados com um ou mais períodos de ruminação ou de ócio. Os picos de pastejo e ruminação geralmente ocorrem nos horários mais frescos do dia, se mantendo em ócio nos horários de temperaturas mais elevadas. Estes animais modificam um ou mais componentes do seu comportamento ingestivo buscando superar condições limitantes ao seu consumo e conseguir as quantidades necessárias de nutrientes para à mantença e a produção. Desta maneira, esta revisão tem como objetivo debater estes itens que interferem no comportamento ingestivo de ovinos à pasto. O estudo do comportamento ingestivo coopera na solução de problemas relacionados com a diminuição do consumo em períodos críticos para produção de leite ou carne, através das práticas de manejo, dimensionamento das instalações e fornecimento de dieta com quantidade e qualidade. 

    Palavras-chave

    Ruminantes. Comportamento animal. Hábito alimentar. Zootecnia.

    Texto completo:

Mai. 2

Idioma

Conteúdo da revista